Pitiú Pesca Radical de Bijupirá tratado em sistema de Permacultura Marinha sustentável

Eixos Tecnológicos
O Problema

Apesar de nosso extenso litoral , é baixo o consumo de pescado, seja pela falta de produção, medo( engasgar espinha) ou hábito culinário. A pesca predatória vem aumentando ano a ano, diminuindo o pescado, levando a comunidade caiçara a trabalhar em setores urbanos, perdendo sua cultura de pesca e de pescadora. A falta de conhecimento da vida marinha é uma das causas do desrespeito ao meio ambiente, entre eles vemos o grande n° de garrafas PET entre outros materiais nos mares e Rios costeiros.

A Solução

Aumentar o consumo de pescado por meio de uma ilha construída com material reciclado, localizada a beira mar em meio a um cercado que se inicia na praia e segue até 7 metros de profundidade proporcionando ao peixe uma vivencia natural, podendo ser observado, alimentado, pescado esportivamente e artesanalmente. , depois disso o Bijupira poderá ser preparado e degustado em uma cozinha experimental que também servirá para cursos, visitas, apresentações e eventos gastronômicos.

O Mercado

Por ser sustentável a ilha tem inclinação ao turismo ecológico, pesca esportiva, gastronomia, visitações, cursos e eventos. As entregas para residencia e comercio serão feitas por entregadores sociais utilizando nossa frota de bicicletas, Tuc tuc e Canoas elétricas alimentadas por placas solares ou motores rotativos náuticos garantindo uma eficiente logística em terra e mar livre de ruídos e poluentes.

O Concorrentes

O sistema é inovador e não tem concorrentes, o que mais se aproxima são os pesqueiros situados no continente em Rios, Lagoas e Represas.

O Modelo de Receita

Turismo ecológico de pesca radical e gastronomia caiçara. Venda de pescado fresco. Aluguel e venda de acessórios para pesca. Agregar valor pelos processos de salga, defumação e embalagem do peixe.

Canvas do Projeto