Peixe Rei

Eixos Tecnológicos
O Problema

Promover à diversos segmentos, alimento de alta qualidade não sazonal, por meio de técnicas conscientes de cultivo e comercialização do peixe da espécie “Rachycentron canadum” (Bijupirá); em parceria a comunidade local, desenvolver a revitalização da área incidente do projeto; contribuir com a conscientização ambiental; fomentar a industria farmacêutica; criar novos postos de trabalho; e permitir escoamento amplo e eficiente da produção.

A Solução

Por meio de tanques rede; embarcação de apoio; demais instalações inerentes à promoção do empreendimento, bem como do grupo de colaboradores; permitir a plena piscicultura do Bijupirá, com padrões internacionais de qualidade. O projeto desenvolve a integração entre diversos setores e parceiros, para extenuar os recursos para que seja agregado valor ao longo de todo processos produtivo, culminando à cabal redução dos resíduos oriundos das atividades propostas.

O Mercado

Os clientes primários são membros do comércio varejista local; o segmento de bares e restaurante; bem como da comunidade adjacente através de vendas diretas. Todavia, por meio da utilização de parceiros logísticos se faz possível vislumbrar, inclusive elevar a abrangência da distribuição até mesmo a nível de exportação.

O Concorrentes

Os concorrentes locais são pescadores, empresas ou cooperativas de pesca; assim como comerciais distribuidoras de carnes bovinas, suínas e aves.

O Modelo de Receita

Os produtos e serviços desenvolvidos pelo projeto, efetivará vendas pelos seguintes canais: de forma direta (compra do pescado ou subproduto); consignações; compra antecipada; e-commerce (retirada no local ou encaminhado à distribuidora); exportação; e franquia. Será empregado aos recebíveis as modalidades: pagamento em espécie, boleto bancário, transferências, cartões de crédito e débito; ou ainda, carta de crédito, exclusivamente voltado à exportações.

Canvas do Projeto