Grão Brasil Dutovia de grãos

Eixos Tecnológicos
O Problema

A exportação de grãos tornou-se um dos mais relevantes setores da economia brasileira, a produção aumenta a cada ano, com uma previsão de 256milhões de toneladas para 2025, o assoreamento do Porto de Santos e a total ocupação do Porto de Paranaguá pode deixar essa produção parada aqui no Brasil. Falta eficiência logística e infraestrutura para o grão sair do campo e chegar ao porão do navio. A poluição, congestionamento, acidentes gerados pelo sistema rodoviário são de grande impacto negativo

A Solução

sistema intermodal composto por uma Central receptora de grãos em Salesópolis/SP que abastecerá uma dutovia que percorrerá 42 km pela serra do mar utilizando as margens da estrada da Petrobras assim minimizando impactos ambientais para alcançar um ship loader off shore que abastecerá os porões de navios graneleiros sem limite de porte próximo ao Porto de São Sebastião/SP, Canal de São Sebastião/Ilhabela pela Barra Sul. O principal objetivo da Grão Brasil é propor a alternativa de modais para o

O Mercado

Auxiliar no escoamento de grãos destinado aos Portos de Santos e Paranaguá com um serviço de embarque em maior quantidade e de forma mais rápida com custos menores que os tradicionais rodoviários e portuários, já que Salesópolis fica na grande São Paulo e tem várias rodovias e ferrovias próximas. Armadores, Transportadores, Importadores, Exportadores de grãos, Governo Estadual/Federal, Industria.

O Concorrentes

Portos de Santos, Paranaguá, Transportadores Rodoviários/Ferroviários.

O Modelo de Receita

Taxas de utilização para recepção, transporte, armazenagem, analise, desembarque e embarque dos grãos.