Gestão da Manutenção de Vias Públicas

Eixos Tecnológicos
O Problema

A falta de políticas de manutenção na grande maioria dos municípios do Brasil contribuem para a deterioração da malha viária por meio da evolução de seus defeitos, envelhecendo o pavimento e reduzindo cada vez mais suas principais funções, (resistir ao tráfego e proporcionar conforto, segurança, estabilidade e economia ao usuário). Não adotar um sistema de gestão apropriado promove um aumento significativo de serviços emergenciais e tomadas de decisão muitas vezes sem critério e equivocadas.

A Solução

PLANO DE GESTÃO DE MANUTENÇÃO DE PAVIMENTOS URBANOS PARA MUNICÍPIOS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE". Trata-se de um plano de negócio que propõe uma inovação para estabelecer uma forma de gerenciamento de investimentos para manutenção de pavimentos em prefeituras de pequeno e médio porte. É importante ressaltar a necessidade da elaboração e da utilização de projetos de manutenção compatíveis com a situação urbana e que permitam encaminhar soluções adequadas às necessidades dos pavimentos. "

O Mercado

No Brasil, segundo o IBGE, existem pouco mais de 5500 municípios, destes, 645 estão em São Paulo, onde apenas 62 tem mais de 100 mil habitantes, sendo que os municípios de médio e pequeno porte não dispõem de planos de gestão para sua malha viária.

O Concorrentes

As empresas que fazem gerência de pavimentos focam nas rodovias, e somente algumas cidades de grande porte se utilizam de alguns critérios técnicos para investimentos em manutenção de pavimentos, portanto nas cidades de pequeno e médio portes tem baixa concorrência.

O Modelo de Receita

A captação de recurso envolve dois principais meios, sendo: A venda do programa ou a venda de um sistema de gerenciamento (que envolve a implantação do programa, sua operação e o treinamento do corpo técnico do município).